segunda-feira, 1 de maio de 2017

1º de maio

Ilu Obá de Min/Mulheres negras que tocam tambores para Xangô
O 1º de maio foi marcado por manifestação na Avenida Paulista. Na maior parte da avenida fechada para veículos, o dia estava calmo, como a de um feriado qualquer, mas na alturado do conjunto nacional, próximo à estação Consolação do metrô, a organização da centrais sindicais se posicionaram para os protestos contra as reformas trabalhistas propostas pelo governo federal, e contra o atual prefeito de São Paulo. João Dória havia proibido qualquer tipo de manifestação na avenida no dia 1º de maio. Na manifestaçção estavam presentes os líderes das centrais, além de  representantes de esquerda, Rui Falcão,presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, Ivan Valente, deputado federal pelo PSOL, o vereador pelo PT, Eduardo Suplicy, entre outros.
O protesto contou ainda com representantes de centrais sindicais americanos, e a participação do bloco afro Ilu Obá de Mim.








Nenhum comentário:

Postar um comentário