segunda-feira, 1 de maio de 2017

1º de maio

Ilu Obá de Min/Mulheres negras que tocam tambores para Xangô
O 1º de maio foi marcado por manifestação na Avenida Paulista. Na maior parte da avenida fechada para veículos, o dia estava calmo, como a de um feriado qualquer, mas na alturado do conjunto nacional, próximo à estação Consolação do metrô, a organização da centrais sindicais se posicionaram para os protestos contra as reformas trabalhistas propostas pelo governo federal, e contra o atual prefeito de São Paulo. João Dória havia proibido qualquer tipo de manifestação na avenida no dia 1º de maio. Na manifestaçção estavam presentes os líderes das centrais, além de  representantes de esquerda, Rui Falcão,presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, Ivan Valente, deputado federal pelo PSOL, o vereador pelo PT, Eduardo Suplicy, entre outros.
O protesto contou ainda com representantes de centrais sindicais americanos, e a participação do bloco afro Ilu Obá de Mim.








quarta-feira, 19 de abril de 2017

União dos Movimentos de Moradia/SP

Manifestação da União dos Movimentos de Moradia de São Paulo, filiada à CMP/SP
Os manifestantes exigem das prefeituras a implementação de suas políticas municipais de habitação de interesse social e garantam a destinação de recursos  orçamentários aos
programas habitacionais que atendam à população de menor renda. O Protesto foi em frente à Prefeitura de São Paulo, na tarde de quarta feira, 19/04
Outras fotos

sábado, 1 de abril de 2017

Manifestação 31 de março

  Praça da República                    clique para ampliar a imagem
Em mais uma manifestação pelo Brasil, o governo de Michel Temer parece estar mais vulnerável após o rompimento com Renan Calheiros.

A manifestação desta sexta feira, 31 de março,
teve início na Avenida Paulista, percorreu toda a Rua da Consolação e finalizou na Praça da República, sem maiores incidentes. Além de lideranças das forças sindicais, esteve presente o presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, Rui Falcão. O protesto é considerado pelas lideranças como um pré aquecimento para a greve geral marcada para o dia 28 de abril.

Veja outras fotos

quinta-feira, 16 de março de 2017

Manifestação 15 de março

A manifestação deste 15 de março ocupou praticamente a Avenida Paulista por inteiro. O Brasil acordou para uma nova etapa pós golpe? Segundo a organização, duzentas mil pessoas protestaram contra o atual presidente. "Se empurrar o Temer cai",

"Fora Temer", o coro da multidão ferveu o clima na Avenida. Lula compareceu por volta das 19 horas e discursou por 10 minutos: "Está cada vez ficando mais claro que o golpe não foi contra Dilma e partidos de esquerda. O golpe foi dado para acabar com as conquistas da classe trabalhadora".
Mais que isso, foi para destruir o país. Se houver manifestações dessa magnitude e com maior frequência, esse atual governo não irá resistir.








quinta-feira, 9 de março de 2017

Dia Internacional da Mulher

O dia Internacional da Mulher, neste 08 de março, foi marcado por manifestações em todo o mundo. Na Avenida Paulista os profissionais das redes municipais e |estaduais se concentraram na Praça Osvaldo Cruz e os estaduais aguardavam para se unirem no vão livre do Masp. O protesto foi contra a Reforma da Previdência, que aumenta o tempo de contribuição e diminui a idade mínima da aposentadoria, proposta feita pelo governo de Michel Temer, além de reivindicarem a igualdade de direitos, contra a violência machista, pelo fim da cultura do estupro, liberdade sexual, pela igualdade social e igualdade  salarial no mercado de trabalho

Após um carnaval marcado por acidentes que ofuscaram o brilho e alegria tradicionais da festa mais popular do Brasil, como o que ocorreu no Rio de Janeiro, não há momento mais propício como esse para acordar um país visivelmente absorto, indiferente e entregue às manobras políticas que assolam esse momento sinistro pelo qual nós, brasileiros, passamos.

Parabéns às mulheres


sábado, 25 de fevereiro de 2017

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Manifestação dos médicos residentes

Médicos residentes da rede pública estadual de saúde do Estado de São Paulo fizeram manifestação na Avenida Paulista, na tarde desta quinta feira. Eles reivindicam 11,9% de reajuste, que já deveriam ter sido pagos em março. A greve já dura 22 dias, desde
o dia 10 de novembro. A Secretaria Estadual de Saúde informou em nota que "o reajuste teria um impacto de 27 milhões a mais aos cofres público. Desta forma, a pasta já solicitou aos ministérios da Saúde e da Educação, que arquem com a diferença, para que o
Estado possa atender às reivindicações dos residentes". As máscaras de Geraldo Alckmin representam o personagem da série The Walking Dead e o boneco representa o secretário da Saúde David Uip.
 A manifestação se concentrou no Vão Livre do Masp, com destino à secretaria da Saúde à Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 188.

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Protesto contra a reforma do ensino médio


Estudantes da rede estadual de ensino fazem protesto contra a
  reforma do ensino médio., A manifestação aconteceu por volta 
  das onze horas da manhã, na Avenida Paulista, nesta terça feira.
                                                               fotos:Alexandre Maretti





domingo, 9 de outubro de 2016

São Paulo elegeu João Dória

Fotos e Imagens entrevistou algumas pessoas nos dias 6 e 7 de outubro. Duas questões:em quem votou para prefeito de São Paulo, por que votou no candidato e o que acha da privatização dos parques públicos da cidade. João Dória, PSDB, foi eleito prefeito da cidade de São Paulo no primeiro turno. Desde 1988, quando instituído à Constituição o modelo de dois turnos, João Dória é o primeiro prefeito eleito logo no primeiro turno, com 3.085.187, 53,27% dos votos válidos.


sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Entrevista:Eleições 2016

O blog Fotos e Imagens entrevistou a população de São Paulo, nesta última quinta feira, 29, para saber em qual candidato irá votar nas próximas eleições, domingo, dia 3 de outubro. Foram feitas duas perguntas:em quem irá votar para prefeito e porque.

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Protesto contra a MP de reforma do Ensino Médio

Professores e estudantes fizeram uma manifestação na Avenida Paulista, nesta segunda feira, 26, contra a MP que propõe um novo modelo para o ensino médio. O presidente Michel Temer encaminhou ao Congresso Nacional a proposta de mudança no dia 22 de setembro. Cerca de 300 pessoas participaram do protesto, que se iniciou no Vão Livre do MASP e seguiu rumo ao diretório estadual do PMDB, na avenida Padre Manoel da Nóbrega, em São Paulo.



sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Greve dos bancários

Sem negociação, os bancários chegam ao seu 11º dia de paralisação, iniciada no dia 6 de setembro.
Na reunião que acabou sem acordo nesta última quinta feira, 15, os trabalhadores decidiram continuar em greve. A FENABAN, Federação Nacional dos Bancos, manteve a proposta apresentada na sexta, dia 9, oferecendo reajuste de 7% mais abono de R$3.300 a ser pago em até 10 dias após a assinatura do acordo. Os bancários pedem reajuste de 5% mais a inflação, que até agosto foi de 9,62%, além do equivalente a um salário mínimo de benefícios como vale refeição, vale alimentação e auxílio creche.
Não há previsão para nova reunião.

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Manifestações contra Michel Temer

Várias manifestações tomaram conta das cidades do País contra Michel Temer. Os manifestante pediram novas eleições para presidente. Em viagem a China, para a reunião da cúpula do G20, Temer declarou que as manifestações contra seu governou, "são inexpressivas".
Ontem, domingo, 4 de setembro, o Brasil se viu tomado por manifestações e em São Paulo não foi diferente. Aproximadamente cem mil pessoas compareceram na Avenida Paulista para protesto contra Temer. Talvez ele ainda esteja achando pouco um milhão de pessoas pelo Brasil contra seu jovem governo.










segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Fotos e Imagens entrevista a população de São Paulo

Pesquisa que antecede o julgamento de Dilma Rousseff para definir os rumos do País daqui para frente. O vídeo aborda algumas pessoas em duas regiões distintas em São Paulo: o centro e a Avenida Paulista.Agradecimentos aos entrevistados que puderam contribuir para essa pequena análise, mas de grande valor para este blog.

.